Você Sabia?

11 coisas que você gostaria de ter sabido quando era adolescente

Dicas 02 fevereiro 2018 Postado por:

Todos nós fomos adolescentes e tivemos os mesmos problemas. Mas naquela época, estávamos bastante seguros de que nossos problemas eram únicos e que não havia ninguém no mundo todo para nos entender, exceto aquele garoto bonito que nos fazia suspirar, “Ai, meu Deus! Ele olhou para mim e sorriu! Eu amo ele!”. Na verdade, o garoto era um idiota e havia muitas pessoas compreensivas ​​e inteligentes à nossa volta. Se houvesse uma opção para enviar uma carta aos nossos ‘eus’ adolescentes, apresentaríamos estes 11 pontos. Qual deles você incluiria na sua carta?

1. O fracasso pode ser a melhor coisa que pode acontecer a você.

Cometer erros e fracassar é sempre embaraçoso. Mas o bom é que você pode aprender muito com seus erros. É melhor ser um adolescente que tenta, mas comete erros do que um adulto que fracassa.

Os adultos também fracassam. Muito. E o mais importante é aprender o máximo que puder de seus fracassos e aprender a transformá-los em pontos fortes.

2. Aprenda a cuidar de si mesmo primeiro.

Não, não se trata de ser egoísta. Trata-se de ajudar. Você não pode ajudar e cuidar de outras pessoas se você não sabe como cuidar de si mesmo. Aprenda a estabelecer limites, eliminar a negatividade, meditar, reabastecer seus níveis de energia, filtrar pessoas, usar protetor solar e beber bastante água. Permanecer saudável, feliz e atraente ajuda a criar confiança e atrair pessoas.

3. A galera “descolada” não é tão descolada.

A maioria dos meninos e meninas populares do ensino médio não são realmente tão descolados. Seu comportamento é mais um mecanismo de defesa e, acredite, eles estão tão frustrados quanto a ser um adolescente quanto você – eles só nunca vão admitir isso. Se a beleza de uma menina desabrochar em seus anos de ensino médio, há uma grande chance de que vai desaparecer aos 30 anos. Por esta altura, todos os nerds e esquisitos terão ganhado confiança e mostrado a todos quem é a verdadeira “rainha do baile”.

4. O ensino médio e a faculdade são supervalorizados.

Vamos deixar algo claro: a educação é importante. Mas se estressar por notas e grandes empréstimos universitários pode não ser. A menos que você queira ser cientista ou médico, você realmente não precisa daquele doutorado. Tente gastar seu tempo e dinheiro em algo que você gosta e algo em que você é bom. Mesmo se você fracassar nisso, existe a chance de você descobrir o que fazer com sua vida e continuar estudando algo que você realmente precisa.

5. Haverá outras pessoas.

Você vai superar. Não importa se é um relacionamento ou uma amizade que acabou, a vida ainda continua, e você vai superar isso. Mesmo que não tenha terminado bem, apenas seja grato a essa pessoa por ser parte da sua vida e deixe-a ir. Um dia você perceberá que as pessoas vem e vão, e isso não tem nada a ver com você ser uma pessoa boa ou má. É apenas a vida, e isso muda, e as pessoas mudam.

Toda pessoa que você conhecer irá ensinar-lhe algumas lição. Se elas vão embora, significa que você aprendeu a lição, e haverá outra pessoa quando você estiver pronto.

6. Crescer não lhe dará todas as respostas.

Você estará tão perdido aos 25 e 30 anos quanto aos 16 anos. Claro, serão diferentes tipos de questões, mas você ainda terá dúvidas sobre relacionamentos, sua carreira, planos para o futuro e muito mais. Basta aprender a confiar em si mesmo durante as decisões mais importantes que mudam a vida.

7. Sua atitude mudará.

Você mudará sua opinião dezenas de vezes. Quer se trate de política, religião ou música, os pensamentos que você tem aos 16 anos não serão os que você tem mesmo cinco anos depois. Isso não significa que você está desistindo de seus princípios, apenas que você está crescendo e se tornando mais flexível. Se você dominar isso, você poderá não só aceitar e tolerar todos os pontos de vista diferentes, mas também ter e expressar o seu próprio.

8. Aproveite as oportunidades.

Quando adolescente, você pode gastar todo o seu tempo livre jogando jogos online. Ou você pode usar esse tempo para aproveitar todas as oportunidades que a vida lhe dá. Saindo de férias com seus pais? Impressionante! Voluntariado em uma fazenda no exterior? Ótimo! Experimentando aulas de boxe em vez de uma aula de dança latina? Perfeito! Mesmo uma viagem escolar para uma cidade vizinha ampliará seus horizontes e o aproximará de entender o que você quer fazer em seguida.

9. Sempre coma uma sobremesa.

Apenas aceite o fato de que seu corpo nunca será perfeito porque não existe algo como um “corpo perfeito”. Mas há uma atitude perfeita e você deve desenvolvê-la. Se você realmente se apaixonar por você, você se alimentará com alimentos saudáveis, beberá bastante água e dormirá o suficiente. Seu corpo ficará grato a você por isso, e você ficará incrível, mesmo que você não encaixe em um tamanho “P”, porque é a autoconfiança que importa. Então, sempre peça uma sobremesa, e não se culpe por isso.

10. O friozinho na barriga NÃO é amor.

Ficar vermelho, risadinhas bobas e frio na barriga, tudo isso não é amor. São suas emoções e hormônios – basicamente, apenas química. O amor real, e não o amor “felizes para sempre”, baseado em filme, é mais sobre as escolhas diárias conscientes de dois adultos. Por adultos, não nos referimos a idade, mas à capacidade pessoal de tomar decisões e assumir a responsabilidade por elas. Existe gostar, amar e luxúria, e, como adolescente, é muito importante poder distinguir um do outro.

11. Seus pais também já passaram por isso.

Se você acha que seus pais são seus piores inimigos, lembre-se de que eles foram adolescentes um dia. E se eles são rigorosos agora, provavelmente significa que eles se lembram das coisas estúpidas que eles fizeram como adolescentes, e estão preocupados que você fará o mesmo. Então, em vez de lutar por cada problema, faz mais sentido conversar e tentar entender os motivos deles. Pode ser difícil, mas irá provar que você está realmente crescendo.

Não importa se você era um nerd ou um garoto descolado como adolescente, você teve que enfrentar a idade adulta um dia. Diga-nos o que você diria ao seu eu adolescente se você tivesse a chance.

Posts relacionados