Você Sabia?

Você Sabia?

12 animações da Pixar que têm significados psicológicos profundos

Os desenhos animados são uma verdadeira escola de vida, e seus criadores muitas vezes conseguem esconder verdades importantes e lições inestimáveis ​​neles. Nós assistimos os filmes animados da Pixar novamente, e ficamos maravilhados com as profundas conclusões psicológicas que podem ser tiradas com base neles.

12. Procurando Dory (2016)

Todos somos diferentes e precisamos respeitar as peculiaridades dos outros.

O personagem principal da animação é uma peixe fofa chamada Dory, que é muito esquecida. Ela sonha em encontrar sua família, mas não consegue lembrar onde eles estão. Os apagões da memória são uma condição com a qual Dory nasceu. Com o exemplo desse desenho animado, os pais podem explicar aos seus filhos o quão importante é aceitar os outros como eles são.

11. O bom dinossauro (2015)

A amizade sincera é um superpoder!

Esta animação não é apenas sobre a amizade entre um menino pequeno e um grande dinossauro. Trata-se de um mundo onde a natureza conquistou a civilização e não vice-versa. Enquanto as crianças desfrutam da história dinâmica e dos personagens alegres, os adultos podem refletir sobre os medos que Arlo, o dinossauro, teve que superar e sobre o poder da verdadeira amizade.

10. Divertida Mente (2015)

Não tenha medo de suas emoções.

Inside Out é uma das animações mais poderosas da Pixar, e até foi aprovada por psicoterapeutas. A principal heroína é Riley, uma menina que tenta lidar com suas emoções (alegria, tristeza, medo, raiva e nojo). Riley pode ajudar adultos e crianças a ver que é normal experimentar emoções diferentes – precisamos apenas mantê-los sob controle.

9. Valente (2012)

Ponha os estereótipos de lado e seja você mesmo.

Brave é um excelente lembrete de que ninguém precisa cumprir as expectativas de outra pessoa . Seguindo a história do relacionamento entre a valente Mérida e sua mãe, que planejou o futuro da filha até o menor detalhe, entendemos que as meninas não precisam ser princesas se amam aventuras loucas.

8. Up: Altas Aventuras (2009)

Nunca é tarde para realizar o seu sonho.

Uma história triste e tocante sobre a solidão e a velhice. Carl pensa sobre sua falecida esposa todos os dias e sobre as aventuras que costumavam sonhar juntos. Eventualmente, Carl decide viajar sozinho em sua casa voadora, mas um garoto divertido traz algumas mudanças em seus planos. Esta animação nos diz que precisamos de contos de fadas em nossas vidas… em todas e quaisquer épocas.

7. WALL-E (2008)

Somos responsáveis ​​pelo nosso planeta.

Esta animação não é apenas sobre sentimentos profundos. É também sobre grandes responsabilidades. WALL-E nos ensina a cuidar da Terra, mostrando o possível futuro do nosso planeta, se continuarmos a utilizar os seus recursos sem limites.

6. Ratatouille (2007)

Siga seus sonhos, mesmo quando eles dizem que você não vale a pena.

Remy, o rato, sonha em se tornar um chef. Embora ninguém acredite nele, ele ainda vai em direção ao seu objetivo. Ratatouille nos ensina que seus antecedentes não são importantes se você é corajoso o suficiente para realizar seu sonho.

5. Carros (2006)

Não se esqueça daqueles que sempre acreditaram em você.

Lightning McQueen é um típico vencedor autoconfiante que está prestes a entender que o papel de uma equipe não deve ser subestimado . Seus colegas, professores, amigos e fãs o ajudam a alcançar a linha de chegada primeiro.

4. Os Incríveis (2004)

Nós não somos nós mesmos se escondemos nossos talentos.

Os personagens principais da história são uma família tentando parecer comum. Mas eles se sentem deprimidos e tristes por terem que esconder seus superpoderes. A essência do filme é que os talentos e as habilidades que nos são dadas são parte integrante da nossa personalidade. Ao rejeitá-los, nós nos rejeitamos.

3. Procurando Nemo (2003)

Todo mundo tem o direito de cometer erros e seguir seu próprio caminho.

Marlin é um pai atencioso que tenta proteger Nemo do mundo inteiro. Mas a superproteção de Marlin só piora as coisas. Aqui precisamos entender que as crianças precisam do nosso apoio e ajuda para conhecer o mundo ao seu redor.

2. Monstro, S.A. (2001)

Aqueles que são os mais assustadores costumam estar eles mesmos assustados.

O papel dos monstros nesta animação da Pixar é assustar cada criança no mundo. Mas a intimidação é a pior arma que uma sociedade em desenvolvimento pode usar. Os heróis da história logo descobrem que a compreensão mútua, o respeito e a benevolência são muito mais fortes do que o medo.

1. Toy Story (1995)

O tempo não para, mas a verdadeira amizade e devoção duram para sempre.

Uma história inacreditável sobre brinquedos que vivem suas próprias vidas quando não há ninguém para vê-las. Eles também experimentam sentimentos de ciúme, amizade e nostalgia. Os brinquedos aqui são iguais às pessoas: eles também querem ser amados e cuidados.

E, finalmente, um pequeno bônus

Funcionários da Pixar: “Podemos ir para casa depois de uma jornada de 16 horas?”

Pixar: “Não, eu quero ver cada fibra nesta camisa”.

Você gostou do artigo? Diga-nos qual animação é a seu favorita ou qual seus filhos mais gostam.

Pressione o botão “Curtir” e compartilhe o artigo com seus amigos se você o achou útil.

CONTINUAR LENDO

Posts relacionados