Você Sabia?

Você Sabia?

12 coisas malucas possíveis apenas no Japão

Há coisas no Japão que são realmente chocantes. Antes de ir para o Japão, certifique-se de que não está com excesso de peso, que você carrega seu lixo com você e lembre-se de que apenas algumas pessoas podem nadar em piscinas. Fizemos uma lista das coisas mais incomuns que existem no Japão. No final do artigo, há um bônus sobre a tendência mais estranha no Japão.

12. Você não pode comprar alguns medicamentos.

A maioria dos medicamentos que podem ser facilmente comprados em outros países podem ser comprados apenas por receita no Japão. Por exemplo, inaladores e algumas medicações para alergias podem ser comprados apenas se for prescrita por um médico.

11. Existem severas restrições sobre como você pode nomear uma criança.

No Japão, há regras muito severas sobre como você pode nomear uma criança porque os japoneses acreditam na força do nome e no fato de que ele influencia o destino de uma pessoa. Os pais não têm o direito de escolher um nome que possa parecer ambíguo ou negativo. Por exemplo, em 1993, alguns pais queriam nomear seu filho “Akuma”, que pode ser traduzido como “diabo”. Os pais foram processados ​​e o bebê recebeu um nome diferente, mais “positivo”. 

10. Você não pode ter excesso de peso.

Desde 2008, existe a “A Metabolei” no Japão. Dessa forma, o governo está tentando lutar contra os cidadãos com excesso de peso. De acordo com a lei, pessoas de 40 a 75 anos têm a cintura medida. Para os homens, não deve ser mais de 86 cm, para as mulheres – não mais de 89 cm. Caso uma pessoa tenha mais sobrepeso do que isso, os japoneses recebem assistência médica especial para controlar o peso. Não há penalidades ou multas. 

9. Você não pode jogar fora o dinheiro.

Esta é uma regra muito estranha: no Japão, é proibido jogar fora ou danificar dinheiro. Caso contrário, a pessoa pode ser condenada a um ano de prisão ou uma multa de US$ 2 mil.

8. Você não pode produzir bebidas alcoólicas.

Não há cerveja caseira ou vinho. A lei proíbe a produção privada de bebidas alcoólicas. Se você infringir esta lei, você pode ser condenado a cinco anos de prisão ou uma multa de US$ 5 mil. 

7. São proibidos os lixões em locais públicos.

Você não verá uma lixeira em lugar público no Japão. Essa regra está ligada à própria cultura: desde a infância, os japoneses ensinam a ordenar o lixo e atirá-lo em casa. E outro motivo é que houve um ataque terrorista no metrô de Tóquio em 1995 e o governo decidiu livrar-se das lixeiras onde uma bomba poderia ser plantada.

6. Você não pode dançar em boates.

A lei japonesa diz que você não pode dançar em lugares que são menores que 66 m². E, para abrir um clube de dança, você precisa obter uma licença de dança especial.

No Japão, as pessoas podem oficialmente ter uma relação sexual já com 13 anos de idade, mas só podem se casar quando têm 18 anos de idade.

Antes, de acordo com a lei japonesa, as meninas podiam se casar aos 16 anos e meninos – somente após 18 anos. Mas agora as regras são diferentes, e tanto meninos quanto meninas devem chegar aos 18 anos para se casar.

4. Você não pode ir pescar sem uma licença.

Esta regra funciona apenas para o peixe fugu. A questão é que, se você cozinhar errado, ele se torna mortal para as pessoas. É por isso que apenas as pessoas que possuem uma licença especial podem pegar esse peixe e cozinhar. 

3. Você não pode visitar piscinas e saunas se você tiver tatuagens.

Não existe uma lei formal sobre a proibição de tatuagens. No entanto, há sinais em locais públicos que proíbem as pessoas que possuem tatuagens de visitar piscinas e saunas. Essa regra se estende tanto ao japonês como aos turistas.

2. Você não pode participar das guerras.

1. As mulheres têm que usar sutiãs.

As mulheres no Japão têm que usar sutiãs nos prédios onde há um aparelho de ar condicionado. Esta lei foi concebida para evitar o assédio sexual no trabalho.

Bônus: a tendência do cocô

  

Há um monte de coisas com cocô no Japão, por exemplo, um café onde você pode comer comida que pareça cocô ou mesmo vômito. Ou mesmo um museu real de cocô! Lá, você pode ver todos os tipos de cocô – mesmo de animais. Você pode comprar um chapéu que pareça cocô. Há até um coro de privadas cantantes! Quem pode querer ver algo assim? As pessoas no Japão não ficam envergonhadas de falar sobre coisas assim, por isso não é um grande problema para elas.

Gostaria que seu país tivesse essas regras estabelecidas? Diga-nos o que você acha na seção de comentários abaixo!

CONTINUAR LENDO

Posts relacionados