Você Sabia?

12 previsões de livros surpreendentes que se tornaram verdade

Curiosidades 04 janeiro 2018 Postado por:

Às vezes, não podemos nem adivinhar quão precisas são as descrições do futuro mundo em livros de ficção científica. Aparentemente, os autores de alguns livros de ficção têm certo conhecimento sobre o nosso mundo que ultrapassa os limites do entendimento das pessoas comuns. Reunimos as previsões dos escritores mais impressionantes que não parecem tão irreais hoje.

12. Criogenia

As primeiras pistas sobre a teoria criogênica podem ser encontradas na história curta The Jameson Satellite, escrita por Neil R. Jones em 1931. O personagem principal, o professor Jameson, pede para levar seu cadáver à órbita da Terra com a esperança de que ele permaneça preservado a uma temperatura de zero absoluto.

No entanto, o conceito de criopreservação humana foi popularizado apenas em 1947 por Robert Ettinger, um acadêmico americano, que também é conhecido como “o pai da criogenia“. Naquele ano, ele escreveu uma breve história utópica intitulada The Penultimate Trump. Isso levou-o a se tornar a primeira pessoa a promover a escolha deliberada de congelar-se para a ressurreição posterior.

11. Carne cultivada em laboratório

lab-cultured beef

A carne artificialmente cultivada foi mencionada pela primeira vez em um romance de ficção científica intitulado Two Planets, escrita em 1897 por Kurd Lasswitz. Em seu livro, “carne sintética” é uma das variedades de alimentos sintéticos introduzidos na Terra pelos marcianos.

10. Desembarque da lua

Astronaut James Irwin salutes in front of the landing module of the Apollo 15 on the moon. (Photo by Hulton Archive/Getty Images)

Em 1865, o escritor francês Jules Verne publicou seu romance Da Terra à Lua, no qual ele descreveu uma enorme arma espacial que poderia lançar projéteis diretamente para a Lua.

Mais de um século depois, o voo espacial Apollo 11 pousou na Lua. Ele tinha o mesmo nome que Verne havia previsto, e, além disso, havia exatamente o mesmo número de pessoas a bordo. O escritor até conseguiu predizer o sentimento de falta de peso que os astronautas experimentariam no espaço.

9. O naufrágio do Titanic

On September 1, 1985, underwater explorer Robert Ballard located the world's most famous shipwreck. The Titanic lay largely intact at a depth of 12,000 feet off the coast of St. John's, Newfoundland. Using a small submersible craft, Ballard explored the wreck in 1986, taking a series of spectacular and haunting pictures and giving the world its first glimpse of the legendary ship in 73 years. In August 1998, the hull of the Titanic was finally raised.

A novela de Morgan Robertson Futilidade, ou o Naufrágio de Titan foi publicada em 1898 e contou a seus leitores sobre um grande navio “inafundável” que naufragou depois que bateu em um iceberg.

14 anos depois, o maior navio já fabricado, o Titanic, foi lançado, e o naufrágio aconteceu nas mesmas circunstâncias que as descritas por Robertson.

8. Uma bomba atômica

Nevada, USA

Em seu romance The World Set Free, HG Wells previu que as granadas de mão com poder infinito (que ele chamava de “bombas atômicas”) destruíam um grande número de vidas no futuro. 31 anos depois de seu livro ser publicado, uma verdadeira bomba atômica foi lançada sob o Projeto Manhattan e direcionada a Hiroshima.

7. A corrida armamentista nuclear

USA nuclear (weapons) graffiti -

Solution Unsatisfactory (1941), uma breve história de Robert Heinlein, descreve os Estados Unidos desenvolvendo armas nucleares antes do resto do mundo e tornando-se a única superpotência em nosso planeta.

Heinlein também escreve sobre a corrida entre outras nações para desenvolver bombas semelhantes. Mais tarde, todos esses eventos aconteceram durante o período da corrida de armamentos nucleares na Guerra Fria.

6. Um cama d’água

Mattress filled, burped and ready for cover - Wes

Robert Heinlein não apenas previu a Guerra Fria – as camas d’água também podem ser consideradas como sua invenção! Em seu romance Stranger in a Strange Land, escrito em 1961, havia uma descrição tão detalhada desse tipo de cama que o eventual inventor teve alguns problemas para patenteá-la.

5. Cartões de crédito

No romance de ficção utópica Looking Backward, publicado em 1888, Edward Bellamy previu com precisão o uso de cartões de crédito. Eles não vieram até a década de 1950.

O protagonista do romance, Julian West, adormece em 1887 e acorda em uma sociedade utópica no ano 2000. Nesta nova sociedade, todos recebem uma quantidade igual de crédito respaldada pelo governo, que pode ser usado globalmente para comprar vários bens.

4. Duas luas em Marte

Mars (2009) by Aaron Rutten - Aaron Rutten

Em seu popular romance As Viagens de Gulliver, publicado em 1726, Jonathan Swift afirmou que Marte tinha duas luas. Foram 151 anos antes de serem descobertas.

No texto clássico de Swift, o personagem principal visita a ilha ficcional de Laputa. Este mundo flutuante é cheio de cientistas e astrônomos que contam ao protagonista que Marte é orbitado por duas pequenas luas. A descrição do escritor das luas de Marte inclui detalhes surpreendentemente precisos de suas distâncias orbitárias e períodos de revolução.

3. Fones de ouvido Bluetooth

Close up photo of white headphones on a white background.

Embora um estéreo pessoal não tenha aparecido até 1977, Ray Bradbury descreveu fones de ouvido visando a distrair a mente do mundo exterior em seu romance distópico Fahrenheit 451, publicado em 1953.

As pessoas da sociedade Fahrenheit 451 freqüentemente usam “conchas marinhas” e “rádios de dedal”, que têm uma semelhança impressionante com os fones de ouvido e fones de ouvido Bluetooth da nossa vida moderna.

2. A internet

Building with networks of communication.Kyoto,Japan,night view

Em 1898, Mark Twain escreveu a história curta Do “London Times” de 1904, que foi estabelecido 6 anos no futuro. A história se centra em torno de um mistério de crime: o inventor de um novo e promissor dispositivo chamado Telelectroscópio foi assassinado.

O gadget recém-inventado é descrito pelo autor como um telefone de “distância ilimitada” que poderia criar uma rede de informações mundial acessível a todos. Isso soa muito como a internet de hoje.

1. Antidepressivos

A novela distópica de Aldous Huxley Admirável Mundo Novo retrata uma visão sombria de uma sociedade governada por manipulação psicológica. Os cidadãos dependentes de drogas dependem das pílulas que estimulam o humor, chamadas “soma”, que foram criadas para induzir a estabilidade e reduzir os pensamentos tristes e ansiosos.

O romance foi escrito duas décadas antes dos primeiros experimentos com antidepressivos, e Huxley conseguiu prever sua ampla popularidade.

Qual das previsões achou mais impressionante? Compartilhe suas ideias nos comentários!

Posts relacionados