Você Sabia?

Você Sabia?

13 desenhos populares que são proibidos em outros países e o porquê

Não importa se você é um adulto ou uma criança, você tem sua própria lista de desenhos animados favoritos. Mas, infelizmente, alguns desenhos para crianças são proibidos em vários países. Existe uma explicação para tais medidas contra tais desenhos de animação e você vai descobrir agora.

13. O Ursinho Pooh

Proibido na: China.

Razão: semelhança entre o personagem principal e o presidente da China.

Medidas tomadas: o desenho animado e as séries são proibidas na TV neste país.

Tudo começou com fotos inocentes que descreviam uma comparação do urso com o presidente chinês Xi Jinping. Este bonito animal viciado em mel tem muito em comum com o líder da China, e os internautas chineses dizem que eles ainda têm características de caráter semelhantes.

12. Peppa

Banido em: Austrália.

Motivo: ensina as crianças a não terem medo de insetos perigosos.

Medidas: os episódios são proibidos na TV em todo o país.

Este fofo desenho animado foi banido depois de um episódio onde os porcos começaram a viver com uma aranha. Este episódio ensina o mundo a ser amigável com os pequenos insetos, mas para a Austrália, onde mais de 10 mil espécies de aranhas (algumas venenosas) vivem, esse conselho é bastante perigoso. É por isso que os australianos vão contra qualquer amizade com criaturas de 8 pernas.

11. Pokemon

Banido em: Japão, Turquia e a Liga Árabe.

Motivo: prejudicial para a saúde das crianças.

Medidas: um episódio é banido na TV.

Em um episódio, houve uma explosão estranha acompanhada de brilhantes flashes azuis e vermelhos com uma frequência de 12 Hz. Como resultado, crianças mais tarde começaram a reclamar de dores de cabeça. Alguns dos sintomas foram perda parcial da visão, convulsões e perda de consciência. Mais de 600 crianças foram hospitalizadas. O episódio foi banido na TV, e esse incidente foi chamado de “Pokemon Shock“.

10. Bob Esponja

Banido em: EUA, Rússia, Europa, Austrália e mais tarde em mais de 120 países.

Razão: violência e linguagem suja.

Medidas: certos episódios são proibidos em muitos países. Um episódio com um suicídio foi retirado do ar.

Os desenhos animados devem ser educacionais e devem popularizar traços de caráter positivos e gentis. Cada herói da Fenda do Bikini tem sua própria característica negativa. Além disso, eles nem sequer são punidos. Muitos países não querem que as futuras gerações se comportem assim.

9. TaleSpin – Esquadrilha Parafuso

Banido em: Primeiro nos EUA e no Japão, e mais tarde em todo o mundo.

Motivo: falsas opiniões sobre leis e propaganda de estereótipos sobre países asiáticos.

Medidas: um episódio é proibido em todo o mundo. Um segundo episódio é banido no Japão e foi temporariamente banido nos EUA.

Em um episódio, Baloo teve que transportar uma caixa com um presente que era uma bomba. O urso escapou com a caixa porque ele não sabia o que tinha dentro. Assim, as crianças são ensinadas o oposto da frase “ignorância não é desculpa”. O segundo episódio polêmico, “Last Horizons”, foi temporariamente retirado do ar. De acordo com o enredo, os pandas guerreiros exploram Baloo para determinar a localização de uma cidade perdida para novos ataques. Muitas pessoas notaram a analogia com eventos históricos reais.

8. Tom e Jerry

Proibido: em todo o mundo.

Motivo: fumo, álcool, abuso de substâncias nocivas e violência.

Medidas: alguns episódios foram banidos, as cenas foram excluídas e os personagens foram substituídos.

Durante uma transmissão de 50 anos, muitas cenas ofensivas foram excluídas, re-dubladas ou até mesmo tiradas do ar, pois mostraram uma vida americana específica na década de 1940. Mas muitas pessoas pensam que o principal problema desse desenho é a violência impune. Tom é sempre punido por sua maldade, mas Jerry sempre pode zombar do gato. E o rato não recebe atitude negativa do público, pois é supostamente um personagem do bem.

7. Os Simpsons

Banido em: Primeiro nos EUA e no Brasil, e mais tarde em todo o mundo.

Razão: violência, comportamento desordenado e insultos em figuras e países públicos.

Medidas: alguns episódios foram retirados do ar em diferentes países.

Ainda há muitos argumentos nos EUA sobre esse desenho provocativo por causa de exemplos inadequados de comportamento infantil (por exemplo, Bart Simpson). O departamento de turismo do Rio achou um dos episódios muito ofensivo e ameaçou processar os criadores do desenho animado. De acordo com o enredo, os personagens vão para uma cidade brasileira que é retratada como uma selva com macacos saltitantes. Este episódio ainda é banido no Brasil. Apesar das lutas dos desenhos animados pela liberdade de expressão, os autores são bastante educados em relação a alguns países. Homer não bebe cerveja e não come bacon nas transmissões dos Emirados Árabes Unidos. Além disso, a Cidade do Vaticano considera a série como “realista e inteligente”.

6. Beavis and Butt-Head

Proibido: em todo o mundo.

Motivo: comportamento desordenado e a tendência de ameaçar pessoas com dano corporal depois de assistir este desenho animado.

Medidas: um episódio é banido em todo o mundo.

A série não mostrou nada útil, mas um episódio foi longe demais. O episódio “Comedians” mostrou o quão divertido era jogar coisas no fogo. Como resultado, um garoto de 5 anos dos EUA, tentando se divertir como os personagens do desenho animado, ateou fogo em sua casa com a irmã de 2 anos dentro.

5. Looney Tunes

Proibido: em todo o mundo.

Motivo: consumo de álcool.

Medidas: um episódio foi retirado do ar.

Este episódio, chamado “One Beer“, é bastante antigo. Os personagens querem roubar uma garrafa de cerveja e beber tudo. O que os criadores queriam mostrar ao seu jovem público? Ainda é um mistério para nós. No entanto, o episódio foi liberado em DVD.

4. Gravity Falls – Um Verão de Mistério

Banido em: Rússia.

Razão: maus hábitos, violência e propaganda pornográfica.

Medidas: algumas cenas foram eliminadas e algumas palavras foram substituídas.

Você pode assistir este desenho na Rússia, mas é uma versão cheia de cortes. As piadas aqui não são tão vulgares, e a recomendação de idade é 12+. Por exemplo, no segundo episódio, Dipper deita sobre o sutiã de Wendy. A menina tem 15 anos de idade. As audiências acharam esta cena muito “pesada”. Mas sua eliminação não afetou a trama.

3. As Aventuras de Lolo, o Pinguim

Banido em: EUA.

Motivo: A trama e os personagens contradizem a mentalidade do público.

Medidas: eliminação de algumas cenas, reações de personagens substituídas, substituição parcial de algumas frases e alterações de trama.

Os americanos tem a oportunidade de assistir este desenho animado… Mas com grandes mudanças. 3 episódios foram combinados em um único com uma trama ilógica. Todas as cenas desagradáveis e tristes foram excluídas. Mesmo a cena com a morte do pai de Lolo, que reflete o caráter de herói, foi removida pelos cartunistas. Na cena em que o professor de pinguins cai na frente de seus alunos, sua reação calma foi substituída por uma risada hilária.

2. Desenhos onde o Pato Donald aparece

Proibido em: Finlândia.

Razão: Pornografia e popularização de valores falsos.

Medidas: todos os desenhos onde este personagem aparece foram banidos neste país.

A partir da década de 1970, os quadrinhos com o divertido pato da Disney começaram a desaparecer. Aconteceu porque Donald não queria usar calças. A Comissão de Helsinque para Assuntos da Juventude afirma que essas caricaturas negligenciam os valores familiares, ameaçam a moralidade e divulgam uma obsessão anormal com o dinheiro.

1. Shrek 2

Banido em: Israel.

Motivo: insinuação sexual e insultos de figuras públicas.

Medidas: proibido em todos os cinemas do país.

Em uma cena escandalosa no filme original, os heróis dizem “to Bobbit”, o que significa que eles querem cortar os órgãos genitais de um personagem. Este verbo apareceu depois de um acidente na família de John Bobbit, onde a esposa de John cortou o órgão genital  dele. Os autores da dublagem decidiram substituir esse momento por uma piada sobre um famoso cantor israelense com uma voz muito alta. Claro, David D’Or, o cantor, não gostou dessa piada e processou os autores do filme.

CONTINUAR LENDO

Posts relacionados