Você Sabia?

Você Sabia?

5 maneiras que nosso corpo costuma reagir a términos de relacionamentos

Despedidas são difíceis para todos. Nossas emoções ficam furiosas, e essas experiências emocionais e estressantes têm um impacto direto no nosso corpo. Veja o que acontece com nosso corpo quando um relacionamento termina.

1. Problemas de ansiedade e sono

As pessoas estão programadas para precisar de contato humano, e quando o perdemos, sentimos dor. A necessidade de contato aumenta, causando muita ansiedade. Estudos científicos mostraram que a dor após uma separação ativa a mesma parte do cérebro que é estimulada pelo vício da cocaína.

2. Dor no peito

Estudos mostraram que após uma separação as pessoas recebem sinais nervosos associados à dor física real. Por exemplo, esses sinais são enviados quando a pessoa toma uma bebida quente ou tem queimadura. Como a dor está em nosso cérebro, esses sinais se transformam em desconforto real: neste caso, dor no peito ou até dor no coração.

O coração também não funciona muito bem depois de uma separação romântica. Uma pessoa que teve doenças cardíacas correm o risco de não saber lidar com o estresse. Outros resultados prováveis são a arritmia ou um ataque cardíaco.

3. Problemas de pele

Além do fato de que durante a depressão uma pessoa se cuida menos, a condição da pele piora por causa dos hormônios do estresse. Isso pode levar a acne e até a perda de cabelo.

4. Dores musculares

Em um estado tristeza, as pessoas estão mais propensas dores do que o habitual. Além disso, devido ao estresse, espasmos nos músculos podem aparecer, e os músculos podem se contrair, causando dor em diferentes partes do corpo.

5. Perda de apetite ou aumento de peso

Após um término, muitos experimentam problemas com o apetite. Mas, a longo prazo, a separação geralmente leva ao excesso de peso. Devido ao estresse, as células tornam-se menos sensíveis à insulina, e o corpo começa a expeli-la ainda mais, acelerando a acumulação de gordura. Ganho de peso também pode ser associado com insônia e falta de exercício. Além disso, o estresse interrompe o trato gastrointestinal, o que causa dor abdominal e diarreia.

Fonte:

DailyMail

CONTINUAR LENDO

Posts relacionados