Você Sabia?

Você Sabia?

7 achados acidentais que transformaram pessoas comuns em milionárias

Sua sorte pode esperar por você em qualquer lugar – em uma pilha de coisas antigas, em um mercado de pulgas, enquanto redecora, no seu quintal, ou mesmo no meio de um campo. A sorte vem de forma inesperada e nas formas mais incomuns. Vamos contar sete histórias de pessoas que acidentalmente encontraram coisas que as tornaram ricas.

1. Uma parede de moedas

Havia uma casa antiga na cidade de Windber, na Pensilvânia, que havia sido abandonada por mais de 20 anos. Um dia, as crianças locais entraram na casa enquanto brincavam e encontraram várias moedas antigas perto de uma das paredes. As crianças contaram aos pais sobre a descoberta. Os pais decidiram quebrar a parede e, quando o fizeram, centenas de moedas caíram.

De acordo com os cálculos, havia US$ 8.500. Entre as moedas comuns, havia algumas raras que foram emitidas entre os anos de 1793-1857. Elas foram avaliados em US $ 200 mil.

2. Ouro

Em Ballarat (Austrália), um fazendeiro local estava andando com um detector de metais nas terras desertas ao redor de sua casa. Quando o dispositivo detectou algo, ele começou a cavar. Imediatamente ele encontrou pequenos pedaços de ouro. Ele continuou cavando e encontrou um enorme pedaço de ouro que pesava 5,5kg e valia US$ 315 mil.

Surpreendentemente, essa área foi explorada muitas vezes, mas nada de especial foi encontrado lá. A pepita era assim.

3. Uma opala real

Outro sortudo da Austrália encontrou a opala mais rara do mundo. Durante um de seus dias de trabalho, um mineiro chamado Bobby (ele prefere esconder seu sobrenome) encontrou uma grande opala brilhante no fundo de um balde com pedras comuns. O homem decidiu mantê-la como uma lembrança. Ele só mostrou para um especialista depois de 14 anos. Parecia que ele havia encontrado uma incrivelmente rara opala negra.

A pedra recebeu o nome de “Royal One”. E, segundo especialistas, seu custo original em um leilão foi de US$ 3 milhões.

A opala rara é assim.

4. Envelopes com dinheiro

 

Em 2009, um construtor de Cleveland chamado Bob Kitts estava redecorando a casa de sua amiga de escola Amanda Reece. Ele estava desmontando os velhos azulejos do banheiro quando encontrou dois baús de metal recheados com envelopes de dinheiro dentro. Os envelopes eram endereçados à Agência de Notícias P. Dunne e continham US$ 182 mil.

Os amigos da escola ficaram felizes com a descoberta, mas não conseguiram concordar em como dividir o dinheiro. Amanda ofereceu a Bob 10%, mas ele pediu 40%. Eles não conseguiram um acordo e foram forçados a ir ao tribunal. P. Dunne também descobriu o processo e, como resultado, o tribunal dividiu o dinheiro igualmente entre todos os membros do conflito.

5. Um martelo perdido

Em 1992, um fazendeiro britânico chamado Peter Whatling perdeu seu martelo. A fim de vasculhar os arredores a fundo, ele chamou seu amigo Eric Lawes, que tinha um detector de metal feito à mão, para ajudar.

Nos primeiros minutos, Lawes encontrou uma grande moeda de prata. Ele começou a cavar no local onde encontrou a moeda e encontrou uma caixa de madeira com um colar de ouro, joias e centenas de moedas.

Os arqueólogos chamaram isso de “Tesouro de Hoxne“. Seu valor original é estimado em US$ 15 milhões. Todos os artefatos foram dados ao Museu Britânico. Eric recebeu um prêmio de US$ 2,3 milhões, que ele compartilhou com seu amigo. No entanto, Peter Whatling nunca encontrou seu martelo.

6. A Declaração da Independência dos EUA

 

Um homem da Pensilvânia comprou uma pintura de US$ 4 em uma venda de garagem. Ele queria usá-la para decorar sua casa, mas quando ele foi para mudar a moldura, encontrou um  documento anexado à parte de trás da pintura. Parecia ser uma das 25 cópias oficiais da Declaração da Independência feitas em 1776. Mais tarde, esse documento foi vendido em um leilão por US$ 2,4 milhões.

Uma história semelhante aconteceu com Michael Sparks, de Nashville. Ele comprou uma cópia da Declaração em uma loja local só porque ele amava a sua aparência. Ele pagou US$ 2,48 por isso e, muito tempo depois de comprá-la, decidiu mostrar a especialistas. Parece que essa também foi uma das cópias feitas há 184 anos. Mais tarde, foi vendido por US$ 125 mil.

7. O ouro dos lordes britânicos

O arqueólogo amador Terry Herbert uma vez pediu a seu amigo (um fazendeiro de Staffordshire, Inglaterra) para deixá-lo vasculhar seus campos com um detector de metais. Ele esperava encontrar algumas moedas. No primeiro dia da busca, eles encontraram 4 mil artefatos que pesavam 4,5 kg no total.

Os arqueólogos descobriram que o tesouro pertencia aos lordes britânicos, comandantes e figuras religiosas do século XII e eram, provavelmente, uma espécie de sacrifício para os deuses. O tesouro foi estimado em US$ 5,3 milhões.

Você pode ler a história completa do tesouro aqui .

Você ou seus amigos já encontraram algo assim? Compartilhe suas histórias e fotos conosco nos comentários.

CONTINUAR LENDO

Posts relacionados