Você Sabia?

Você Sabia?

9 conselhos práticos ouvidos de milionários que todos podem usar

Tornar-se um milionário não é somente um sonho irreal. As estatísticas mostram que mais da metade dos milionários se fizeram. As lições que podemos obter com eles não nos garantem um status de milionário, mas vale a pena ouvir. Reunimos alguns dos mais inteligentes ditos sobre ganhar, poupar e investir dinheiro para ajudá-lo a ficar um pouco mais perto de seu sonho de ficar super-rico.

9. A regra 50/30/20

Esta é uma regra que pode ser usada para gerenciar um orçamento. O esperado é dividir sua renda em 3 categorias:

  • A primeira categoria é o essencial para viver. 50% devem ser alocados para despesas mensais, tais como aluguel, transporte, utilidades, mantimentos etc.
  • A segunda categoria é a despesa pessoal. Isso significa que você pode usar 30% de sua renda para entretenimento, compras, passatempos e qualquer coisa que faça você feliz.
  • A última categoria é a poupança. 20% do seu dinheiro deve ir direto ao banco. Você pode seguir o conselho de Grant Cardone, que se fez milionário.

“Coloque seu dinheiro salvo em contas seguras, sagradas (intocáveis). Nunca use essas contas para nada, nem mesmo uma emergência. Até hoje, pelo menos duas vezes por ano, estou quebrado porque eu sempre invisto meus excedentes em empreendimentos que não consigo acessar”.

Grant Cardone

8. Comprar no atacado e em promoções

Claramente, não é o tipo de conselho que você espera obter dos milionários. Mas todos nós podemos concordar que essa maneira de fazer compras pode economizar algum dinheiro. Esta regra aplica-se aos produtos que você realmente usará e não desperdiçará.

“É tão difícil ter um retorno sobre investimentos regulares que […] é melhor comprar dois anos de pasta de dente quando estiver com desconto de 50%. Há um retorno imediato sobre o seu dinheiro. São economias reais que você coloca em seu bolso”.

Mark Cuban

7. Não use cartões de crédito

Se você tem um cartão de crédito em sua carteira, ele encoraja você a comprar o que deseja imediatamente, independentemente de você realmente poder se dar ao luxo de fazê-lo. Mas usar cartões de crédito para fazer compras significa gastar dinheiro que você realmente não possui. Além disso, a realidade das taxas de juros altas torna suas compras muito mais caras. 

“Os cartões de crédito são o pior investimento que você pode fazer. O dinheiro que eu economizo em juros por não ter dívidas é melhor do que qualquer retorno que possivelmente consiga investindo esse dinheiro no mercado de ações. Eu pensei que seria um gênio do mercado de ações. Até que eu não era. Eu deveria ter pago meus cartões a cada 30 dias”.

Mark Cuban

6. Tente comprar nos fabricantes

Antes de comprar algo em uma loja, pergunte-se isto: “É possível comprá-lo diretamente do fabricante?”. Muitas vezes você pode descobrir que você pode pedir o produto por um preço mais baixo. Algumas vezes você pode esbarrar na quantidade mínima do pedido. Nesse caso, você pode sugerir amigos para fazer o pedido, motivando-os com preços atrativamente baixos.

“Nós estávamos pagando por produtos orgânicos, e os preços estavam nos matando. Então pensei: ‘De onde esta loja tira comida?’. Fizemos a pesquisa, ligamos para o atacadista, e descobrimos os critérios para encomendar. O pedido mínimo era de US$ 250. Então, começamos a aceitar pedidos  de amigos e organizamos para receber pallets de comida deixados na nossa porta”.

Jerrod Sessler, fundador e CEO da HomeTask

5. Não gastar dinheiro é o mesmo que ganhar dinheiro

“É TUDO MEU!”

Quanto menos dinheiro gastar, mais você tem. É uma conclusão óbvia. Faça suas compras racionalmente. Se você está lutando com compras de impulso, você pode fazer estas perguntas antes de cada compra, “Eu realmente preciso disso? E se eu não comprar?”.

“As pessoas sempre ficam surpresas que eu não tenho um armário cheio de ternos. Eu compro três ternos a cada cinco anos, mais ou menos, e possuo apenas 10 no total. Isso é tudo que preciso”.

T. Boone Pickens, bilionário do petróleo

4. Viver abaixo dos seus meios

O maior problema de muitas pessoas é que eles gastam mais do que ganham. A única maneira de aumentar seu orçamento é viver abaixo dos seus meios.

Muitas vezes, conhecemos pessoas que compram casas agradáveis ​​em um bairro agradável, só porque querem impressionar outras pessoas. Elas pensam sobre o que seus amigos e familiares vão dizer. Pense em si mesmo, concentre-se em sua vida e não tente ostentar. 

“Eu não comprei meu primeiro relógio ou carro de luxo até que meus negócios e investimentos produzissem múltiplos fluxos seguros de renda. Eu ainda estava dirigindo um Toyota Camry quando eu me tornei um milionário. Seja conhecido por sua ética de trabalho – e não pelas bugigangas que você compra “.

Grant Cardone

3. Comece a ganhar renda passiva

A coisa que a maioria das pessoas faz que resulta em nunca enriquecer é trabalhar duro por cada real. Nesse caso, seu tempo é igual ao seu dinheiro.

Você conhece milionários que ganham dinheiro apenas passando tempo no trabalho? Claro que não. Eles colocam o seu dinheiro para trabalhar para eles. O tempo é mais valioso do que o dinheiro. É por isso que ter renda passiva é importante.

“Você pode economizar um milhão de dólares? Você pode, mas você precisa ser realmente disciplinado. Você também precisa ser um tomador de risco. Parte do risco é talvez colocar o dinheiro em um fundo mútuo de baixo custo”.

Mark Cuban

2. Cerque-se de pessoas bem-sucedidas

A ideia é facilmente explicada pelo quanto as pessoas ao seu redor influenciam sua vida e sua mentalidade. Se você se dá bem com pessoas talentosas que compartilham sua visão, é mais fácil gerar ideias criativas e trazê-las à vida.

Esteja cercado de pessoas que não só inspiram você, mas também o incentivam a agir e a tornar o seu sonho maior.

“Na maioria dos casos, seu valor líquido reflete o nível de seus amigos mais próximos. A exposição a pessoas com mais sucesso do que você tem potencial para expandir seu pensamento e catapultar sua renda. A realidade é que os milionários pensam diferentemente da classe média sobre o dinheiro e há muito a ganhar com a presença deles”.

Steve Siebold, o autor de “How Rich People Think” e um multi-milionário auto-feito

1. O dinheiro não é tudo

Obviamente, o dinheiro é um fator importante em nossas vidas. Define onde vivemos, o que comemos e o que possuímos. Mas o dinheiro não é tudo. Você pode comprar uma casa para viver, mas você não pode comprar uma família com quem viver.

O dinheiro melhora a qualidade de vida. Mas não é nada comparado ao apoio de sua família e amigos, saúde e sentimento de felicidade.

“O dinheiro não é tudo, e não vale a pena sacrificar sua saúde, família, amigos ou outras experiências para isso. Perdi alguns amigos e desgastei outros relacionamentos porque passei muito tempo até tarde no escritório ou negociando nos fins de semana. Embora eu realmente acredite que ter dinheiro é liberdade, o dinheiro é realmente apenas uma ferramenta para tornar possíveis experiências na vida”.

Grant Sabatier

Para ser sincero, uma grande fortuna não é feita simplesmente seguindo um conjunto de regras e diretrizes. Mas criar hábitos financeiros saudáveis ​​é um grande passo em direção ao sucesso financeiro. O único que pode impedir você de alcançar seus sonhos e objetivos é a sua atitude em relação a eles.

O que você acha desse conselho? Se você tem outras ideias, compartilhe conosco nos comentários abaixo!

CONTINUAR LENDO

Posts relacionados