Você Sabia?

Você Sabia?

9 lugares ao redor do mundo que só os turistas mais corajosos visitam

Antes de sair de férias, planejamos nossa rota com muito cuidado e aprendemos o máximo possível sobre o lugar que visitaremos. Diferentes pessoas vão de férias por diferentes motivos: alguns buscam paz e silêncio, e alguns querem lidar com seus medos cara a cara e se desafiarem. No entanto, nem todo mundo tem tempo ou dinheiro para visitar todos os locais que desejam. Mas se você encontrar tempo para ler este artigo, você fará uma pequena, mas muito interessante jornada.

Criamos uma lista de lugares que podem fazer você se sentir como se você fosse um personagem em um filme de terror. Se você é uma daquelas pessoas que precisam de uma grande dose de adrenalina em suas vida, você deve visitar pelo menos um desses lugares. Nós também preparamos um bônus para você que mostrará o quão incomum e estranhas as coisas nos desertos podem ser.

9. A Capela dos Ossos

Esta capela está localizada em Évora, Portugal, e é um dos monumentos mais famosos da cidade. A capela recebe o nome das paredes interiores cobertas e decoradas com crânios e ossos humanos.

A capela dos ossos foi construída no século XVI por um monge franciscano que queria dizer a seus irmãos que a vida é curta. É por isso que as paredes estão cobertas de ossos. Na entrada da capela, há uma placa: Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos.

8. Floresta de Hoia

A Floresta de Hoia está situada na Transilvânia e é famosa por várias histórias sobre eventos paranormais. De acordo com a lenda, a floresta tem o nome de um pastor que uma vez entrou na floresta com animais e desapareceu com eles em um nevoeiro espesso. Nenhum sinal de ataque foi encontrado.

Muitos pesquisadores afirmam que sentiram medo, entraram em pânico e ouviram vozes diferentes enquanto estavam na floresta – tudo por razões inexplicadas. Alguns estão convencidos de que viram um OVNI lá; outros têm certeza de que encontraram fantasmas. É difícil acreditar nisso, mesmo que haja fotos que supostamente tenham capturado esses eventos. Mas há um lugar melhor do que a Transilvânia para coisas assim?

7. O Monte das Cruzes

O Monte das Cruzes é um lugar sagrado na Lituânia, e é uma colina com uma grande quantidade de crucifixos nela. O número exato de crucifixos é desconhecido, mas, de acordo com alguns cálculos nos anos 90, havia cerca de 50 mil.

O lugar não é um cemitério, mas cada vez mais cruzes aparecem lá porque as pessoas acreditam que se você deixar uma cruz na colina, você terá sorte. Não há informações precisas sobre o tempo e as razões pelas quais a colina foi feita em primeiro lugar.

6. El Caminito del Rey

El Caminito del Rey é espanhol para “O Pequeno Caminho do Rei”. É uma construção de concreto com trilhos de aço na rocha. O caminho está localizado entre as cachoeiras Chorro e Gaitanejo, em Málaga, Espanha, e está muito acima do solo. O caminho é de 3 km de comprimento e apenas 1 m de largura.

Foi construído em 1905 como um caminho auxiliar para os trabalhadores que estavam construindo a barragem. O caminho era usado para chegar de um lado do desfiladeiro ao outro. O nome do “Rei” foi dado ao caminho depois que Alfonso XIII, o rei da Espanha, caminhou sobre ele na cerimônia de abertura.

5. Caixões pendurados

Sagada é muito atraente para os turistas porque esta área já fez parte do oceano. Agora há muitas cavernas que muitos estrangeiros nas Filipinas querem visitar. Além das cavernas, existem muitas rochas em Sagada, e em uma delas, você pode ver caixões pendurados. Não é uma visão muito agradável.

O enterro em caixões pendurados é uma tradição muito antiga, e caixões foram esculpidos em pedaços sólidos de madeira. Depois que o falecido é colocado dentro, o caixão é colocado em penhascos muito altos (até 115 metros) ou em cavernas. De acordo com a lenda, as montanhas eram uma escada entre a Terra e o céu.

4. A corrida dos touros (tradição nacional espanhola)

O encierro é uma tradição onde você tem que fugir de touros que foram soltos de propósito. Esta ainda é uma forma popular de entretenimento em muitas aldeias da Espanha. O encierro mais popular é realizado em Pamplona durante o festival de São Firmino.

A rota tem cerca de 1 km, e todos são bem-vindos para participar – até turistas. O encierro começa após a explosão de um foguete, e então os touros são liberados, e os participantes fogem deles. Não há uma regra que você tenha que correr toda a distância. Então, se você sente que está em perigo, você pode se esconder em algum lugar.

3. As Catacumbas dos Capuchinhos

Em Palermo, na Itália, há catacumbas onde mais de 8 mil pessoas foram enterradas. Este lugar é uma das mais famosas exposições de múmias.

As catacumbas foram construídas no final do século XVI, quando o número de atendentes do mosteiro de Capucci aumentou e eles precisavam de um local de enterro maior. Nos séculos XVIII e XIX, este lugar tornou-se um lugar de luxo para o enterro do clero e das famílias burguesas. As catacumbas foram oficialmente fechadas apenas em 1882. Desde então, ninguém foi enterrado lá.

2. Destroços de navio nas Ilhas Salomão

Este lugar é um território inexplorado para os navios, porque existem muitas formações de coral subaquático. Em 2000, o navio de cruzeiro da Liberia World Discoverer ficou preso nas Ilhas Salomão, no Oceano Pacífico. Nenhum dos passageiros ficou ferido, mas não havia como resgatar o próprio navio, então tornou-se uma casa para peixes e outras criaturas do mar.

1. Cemitério do carro

Chatillon - Road to Rust - Rosanne

Este lugar parece uma nova propaganda de filme de zumbis, mas, na verdade, é um lugar real na Bélgica. De acordo com a lenda urbana, após a Segunda Guerra Mundial, soldados estadunidenses partiram e deixaram seus carros na floresta. Muitos anos depois, a natureza assumiu, e a floresta consumiu os carros.

Bônus: Mão do Deserto

Esta escultura incomum está localizada no deserto de Atacama, no Chile. É uma mão humana, 1/4 da qual está subterrânea. A Mão do Deserto é um lugar muito popular para diferentes tipos de filmagens: comerciais e vídeos musicais. Muitas vezes, é pintada com graffiti, então o governo deve enviar trabalhadores para limpá-la.

A escultura foi construída pelo escultor chileno Mario Irarrázabal. É feita de concreto com base de ferro. De acordo com o autor, o intuito é expressar a injustiça humana, solidão e sofrimento, e o tamanho impressionante expressa vulnerabilidade e desamparo. A Mano del Desierto foi inaugurada em 28 de março de 1992.

Você concorda que esses lugares são realmente assustadores? Conte-nos sobre suas aventuras mais fascinantes na seção de comentários abaixo.

CONTINUAR LENDO

Posts relacionados