Você Sabia?

Você Sabia?

Empresa manda funcionário para casa por violar código de vestimenta masculino, ele então decide seguir o código feminino

Os códigos de vestimenta de escritórios tornaram-se uma questão polêmica nos últimos anos, especialmente em épocas com temperaturas quentes que forçam as pessoas a usarem roupas mais modestas. Um funcionário de um call center em Buckinghamshire, no Reino Unido, chamado Joey Barge, enfrentou recentemente o código de sua empresa quando foi mandado para casa por usar uma bermuda em um dia de verão de quase 30 graus (algo bem alto para eles). Em rebelião, ele aceitou a dica de um amigo do Twitter e voltou para empresa de vestido.

“Até logo, twitter”, ele postou com uma foto de si mesmo ostentando um vestido neon-rosa e preto. Surpreendentemente, Joey, de 20 anos, foi autorizada a permanecer no trabalho depois de trocar de roupa, sem dúvida se beneficiando de leis estritas do Reino Unido que proíbem as empresas de discriminar os funcionários com base na sua sexualidade ou identidade de gênero. Seu chefe deve ter temido uma rebelião de funcionários  contra o escritório usando vestido em solidariedade com Joey, e imediatamente enviou um memorando de que o código de vestimenta havia sido alterado temporariamente, permitindo uso de bermudas — uma vitória esmagadora da parte de Joey, embora devamos admitir que seu vestido ficou legal nele.

Acompanhe toda a história com fotos abaixo!

Atualmente, as temperaturas do Reino Unido estão ultrapassando os 30º C, bem altas para o normal, e as pessoas que trabalham em escritório estão sentindo isso

“Se as mulheres podem usar saias e vestidos no trabalho, será que posso usar bermudas?”

 

Ele então decidiu testar

“Resposta: não. Acabei de ser mandado pra casa”

Então um de seus amigos do Twitter lhe sugeriu algo inteligente…

“Que besteira. Use uma saia.”

Foi o que Joey fez

“Vejo vocês em breve, twitter. Me mandarão para casa de novo.”

No entanto, ele foi autorizado a permanecer, protegido por leis antidiscriminação sobre a expressão de gênero

E aí, o que você acha? A solução de Joey foi boa ou pouco profissional? Conte-nos nos comentários abaixo!

CONTINUAR LENDO

Posts relacionados