Você Sabia?

12 animais transparentes que provam que este planeta é fora do comum

Há animais que parecem ter encontrado o manto invisível de Harry Potter para se proteger de predadores. Alguns deles são totalmente translúcidos e apenas o par de olhos revela a existência de uma criatura debaixo da pele vítrea. A parte mais interessante é que alguns deles não nasceram assim como espécie, mas evoluíram seus tipos de corpo para transparência parcial ou total ao longo dos anos, como o polvo de vidro e o sapo de vidro. Nós amamos explorar as maravilhas da Mãe Natureza, e é por isso que coletamos os mais incomuns animais transparentes que farão você querer pegar com as mãos para acreditar que eles realmente existem.

1. O peixe-cirurgião juvenil transparente

Se você está se perguntando por que esse lindo peixe transparente parece familiar, é porque é um membro da família de Dory, a companheira de Procurando Nemo. É um peixe-cirurgião juvenil e sua espécie é chamada Acanthuridae. Eles vivem em mares tropicais.

A caravela ou  Physalia physalis não é uma água-viva, mesmo que pareça uma, tem longos tentáculos e sua picada é extremamente dolorosa e venenosa, letal para os peixes e para os humanos. Esta criatura ganhou seu nome pela sua aparência estranha. Existem vários tipos de caravelas e a mais popular é a caravela do Atlântico português que vive na superfície do oceano perto de Portugal.

Diferentemente das borboletas normais, esta é transparente em vez de ter cores brilhantes. Chama-se Greta Oto e é membro da subfamília Danainae, tribo Ithomiini e subtribo Godyridina. A borboleta transparente, como é comumente chamada, usa suas asas transparentes como camuflagem.

4. O peixe-gelo

Chaenocephalus Aceratus é conhecido como o peixe-gelo preto e pertence à família dos crocodilos e vive principalmente na Antártida. Seu sangue é translúcido, assim como seu corpo, e tem um esqueleto ossificado muito fraco e guelras brancas cremosas.

Esta criatura fofa que se parece com uma pequena bola de vidro é chamada Pleurobrachia pileus, mas é mais conhecida como “groselha-do-mar” e pode ter até 2,5 cm de altura. É uma gelatina que vive em águas abertas. Seus tentáculos são vinte vezes mais longos que seu corpo e são usados ​​para envolver sua presa.

Palaemonetes paludosus é uma criatura mais conhecida como camarão-fantasma. Ele vem do sudeste dos Estados Unidos e é, na verdade, um camarão transparente. Vive em água doce, principalmente em lagos, e se alimenta de plâncton. Sua transparência funciona como uma ótima camuflagem para eles.

Salpa maxima é um tunicado planctônico em forma de barril. Seu nome real é apenas salpa. Sua estrutura corporal gelatinosa ajuda a mover-se contraindo e bombeando água através dela. A salpa vive em águas frias e pode ser vista movendo-se sozinha ou em colônias formando longas cadeias.

8. O polvo de vidro ou Vitreledonella richardi

O polvo de vidro, que na verdade é chamado de Vitreledonella richardi, pode parecer uma escultura, mas é real. É da família Amphitredidae, é gelatinoso e totalmente transparente e pode ser encontrado em mares tropicais. Ele também não fica tão grande, com o comprimento do seu manto variando de 11 cm a 45 cm.

As enguias europeias também são chamadas de enguias de vidro por razões óbvias. Elas vivem em rios na Europa e seu comprimento varia de 60 cm a 80 cm, enquanto tem havido casos raros de enguias de 1-1,5 m de comprimento. Elas têm uma longa vida, especialmente quando em cativeiro (80-150 anos), mas não há expectativa de vida específica para as selvagens.

Anjos do mar, Gymnosomata ou simplesmente peixes-borboleta marinhos são moluscos que vivem no Oceano Ártico. Eles são hermafroditas e se alimentam enquanto flutuam pela água. Eles são totalmente transparentes com asas de pedal que os fazem parecer anjos voando quando eles se movem.

11. Uma lula de vidro

 

Cranchiidae é comumente conhecida como a lula de vidro. Existem cerca de 60 diferentes espécies conhecidas da família Cranchiidae e seu comprimento varia de 10 cm a mais de 3 m. Elas têm pele semi-transparente que é usada como uma camuflagem para protegê-las de predadores e também ajudá-las a capturar suas presas.

12. O caracol com a concha semi-transparente

Nós não estamos acostumados a ver conchas transparentes, mas a casca deste caracol é quase totalmente translúcida. Seu nome original é Zospeum tholussum e foi descoberta muito recentemente, em 2013, nas profundezas de uma caverna na Croácia. É uma espécie minúscula com um tamanho de cerca de 3 mm. Estes caracóis vítreos são geralmente cegos e extremamente fofos.

A maioria dessas criaturas parece que são de outra galáxia. Você já encontrou alguma delas? Qual delas você gostaria de dar uma olhada mais de perto ou talvez tocar? Compartilhe nos comentários.

Continuar lendo

Posts relacionados