Você Sabia?

Lendas urbanas: 6 lendas que rodaram o mundo e foram desmascaradas

Curiosidades 31 julho 2018 Postado por:

Nós todos amamos lendas urbanas, todos nós gostamos de ouvi-las e espalhá-las por aí, contando para um e para outro. De animais mortos, pessoas mortas e mortos-vivos, os humanos têm um estranho desejo de ficarem horrorizados com esses contos.

Aqui vai uma lista com as 6 mais famosas lendas urbanas mundiais. Provavelmente, elas ainda são disseminadas pelos quatro cantos do mundo, mas são completamente falsas.

1. O corpo de Walt Disney é congelado criogenicamente

Os boatos dizem que o Walt Disney, teve seu corpo colocado em um tanque de nitrogênio líquido após a sua morte. Isso para que ele pudesse ser reanimado quando os cientistas descobrissem os meios. Algumas versões da lenda até nos dizem que o cryo-vat de Walt está escondido sob a atração Piratas do Caribe na Disneylândia.

Podemos dizer que essa lenda urbana é totalmente falsa. Em 15 de dezembro de 1966, Walt Disney morreu de complicações do tratamento que recebia por câncer de pulmão. Seguindo os desejos dele, sua família o fez ser cremado (eles já confirmaram esse fato) e suas cinzas foram enterradas no Forest Lawn Memorial Park em Glendale.

Ele não está congelado, mas você pode visitá-lo no parque.

2. Papai Noel foi inventado pela Coca-Cola

Na década de 1930, a Coca-Cola estava procurando maneiras de espalhar seu crescente império durante os meses de inverno – tradicionalmente lento para as vendas de refrigerantes. Eles contratam Haddon Sundblom, um conceituado ilustrador comercial que criou uma série de imagens do Papai Noel que o associaram à bebida.

Seus desenhos se tornaram uma visão anual regular para a corporação da Coca-Cola. O fato ajudou a estimular mais uma das lendas urbanas de que eles haviam concebido a imagem, mas que não é bem verdade.

Parece que, na verdade, o homem alegre de terno vermelho já era uma representação bem estabelecida do Papai Noel na década de 1920. O New York Times relatou isso em 1927. “Um Papai Noel padronizado aparece para as crianças de Nova York. Altura, peso, estatura são quase exatamente padronizados, assim como as roupas vermelhas, o capuz e os bigodes brancos. O saco cheio de brinquedos, bochechas rosadas, sobrancelhas grossas e barrigudo também são partes inevitáveis ​​da maquiagem necessária”.

3. Os milkshakes do McDonald’s são feitos de gordura animal reconstituída

As lendas urbanas sobre essa rede de fast-food sempre foram muito populares na internet. A crença era que a bebida do milk-shake (e a máquina de sorvete) era uma gordura reconstituída – de porcos ou galinhas. Realmente, se você parar para observar o enchimento de uma das máquinas verá que a cor e a consistência parecem mesmo dar peso à lenda.

No entanto, nos dias de hoje, restaurantes de fast food como o McDonald’s são obrigados por lei a disponibilizar toda a informação nutricional de seus produtos aos consumidores.

Preste atenção na lista completa de ingredientes de um milk-shake do McDonald’s. Leite integral, sacarose, creme, sólidos de leite desnatados, sólidos de xarope de milho, mono e diglicerídeos, goma de guar, sabor baunilha, carragenina, goma de celulose, palmitato de vitamina A.

É certo que algumas dessas coisas soam um pouco estranhas, mas são perfeitamente seguras para consumo humano e não são subprodutos animais.

A propósito, a carragenina é um tipo de alga marinha (também chamada de musgo irlandês). Ela é usada para controlar agentes congelantes nos shakes. Se fosse excluída, o milk-shake seria um bloco sólido.

4. A religião mais sagrada de Jedi

Alguns anos atrás, um rumor estranho começou a surgir na internet, mas não perdurou por muito tempo. A alegação era de que, se um número suficiente de pessoas escrevesse “Jedi” como religião em um formulário do censo, o governo seria obrigado a incluí-lo como religião oficial na próxima pesquisa.

Não só isso é totalmente falso (como os departamentos do censo não têm nada a ver com a ala do governo que poderia fazer isso acontecer), mas acima de tudo você pode ser multado por falsificar seus resultados do censo.

Acima de tudo, você não só arrisca uma multa, como frauda documentos importantes. As informações do censo são usadas para determinar à alocação de fundos fiscais. Assim, por mentir, as pessoas estão fazendo a outros membros da sociedade um desserviço.

5. Uma das lendas urbanas de que os lêmingues se jogam de penhascos

Esta lenda urbana tem um começo horrível. No documentário da Disney White Wilderness, em 1958, uma equipe de filmagem forçou um grupo de lêmingues, pequenos roedores, a cair de um penhasco. O motivo? Porque, assim, eles documentariam seus supostos comportamentos suicida.

O filme foi feito no Canadá e os lêmingues foram usados depois de comprados de crianças esquimós. Os roedores foram filmados em uma variedade de situações artificiais. Posteriormente foram levados para um penhasco onde foram empurrados para a borda para simular uma migração.

Não se sabe se a Disney estava ciente do comportamento da equipe de filmagem. Mas o fato é que os lêmingues não se jogam dos penhascos. Isso é apenas mais uma das lendas urbanas.

6. Made in EUA, mas fabricado no Japão

Todos já ouviram esta: aparentemente, os japoneses renomearam uma cidade no Japão para “EUA”. Tudo para que pudessem legalmente exportar mercadorias para os EUA e esconder seu local original de origem.

Das lendas urbanas que conhecemos, essa é uma das mais descabidas, pois, através dela foi estimulado o boato de que o Made in Japan tornou-se sinônimo de produtos baratos e mal feitos. Absurdo? Sim, porque não dá para pensar que as alfândegas americanas oficialmente simplesmente ignorariam a importação de produtos claramente rotulados para induzir um erro.

Existe uma adição interessante nessa história. A Sony Corporation intencionalmente tornou seus rótulos “Made in Japan” pequenos. Isso para que os americanos não percebessem que se tratava de uma empresa japonesa.

Um grande número de remessas da Sony foi recusada pelos funcionários da alfândega. Por que? Porque os rótulos eram menores do que os regulamentos exigiam que eles fossem.

Posts relacionados