Você Sabia?

7 fatos curiosos sobre a família real de que não tínhamos ideia

Dentre todas, a família real a britânica é a mais famosa. Pessoas de todo o mundo observam as vidas de Elizabeth II, seus filhos, netos e bisnetos. Mas ainda há alguns fatos que podem ter ficado despercebidos. Reunimos as respostas para as perguntas mais interessantes sobre a Casa de Windsor.

7. Quantos membros da família existem?

No total, 15 pessoas pertencem à família real.

São eles: Elizabeth II e seu marido Philip, seus filhos (Charles, Anne, Andrew, Edward), seus netos (William, Harry, Beatriz, Eugenie, James, Louise), bisnetos (George e Charlotte) e a irmã da rainha, Margaret.

Além disso, mais 15 pessoas são parentes da rainha, embora não tenham títulos. Estes são duques, condes, senhores e senhoras.

6. O que a rainha faz durante o dia?

A rainha acorda às 7h30, toma chá sem açúcar e come biscoitos com leite. Uma vez que os gostos dos membros da família real são mantidos em segredo, é difícil dizer qual marca de chá Elizabeth prefere: algumas fontes dizem que é Earl Grey e alguns alegam que ela gosta de English Breakfast.

Às 8h30, Elizabeth toma café da manhã com o marido em uma sala de jantar com vista para o jardim do Palácio de Buckingham. Eles costumam comer flocos de milho, iogurte e torradas com xarope de bordo ou marmelada. Durante o café da manhã, a rainha lê jornais. Via de regra, estes são o Daily Telegraph e o Racing Post.

Em seguida, ela realiza briefings sobre várias questões com seus assistentes. Eles também discutem a correspondência da rainha, que ela lê por conta própria (200 a 300 cartas por dia). Até tarde da noite, Elizabeth está ocupada com reuniões e eventos.

Pouco antes de ir para a cama, a rainha lida apenas com questões de importância nacional: ela lê todos os documentos com tópicos importantes que ela recebe em uma mala vermelha todos os dias.

5. A tradição de mudar o nome antes de ascender ao trono

Desde os tempos antigos, os monarcas de diferentes países mudaram seus nomes antes de ascender ao trono. Na Grã-Bretanha, essa tradição também é comum. Assim, antes da coroação, a rainha Vitória era a princesa Alexandrina e o rei George era Albert. Elizabeth II preferiu não mudar seu nome, uma vez que era opcional, não obrigatório.

É claro que muitos defensores das tradições ainda se lembram da escolha da rainha. Em 2002, na véspera do 50º aniversário da ascensão ao trono da rainha Elizabeth II, Elizabeth recebeu várias cartas do Partido Nacional Escocês. Membros do partido insistiram que a rainha deveria finalmente mudar seu nome. Mas, até onde podemos ver, Elizabeth II permanece firme em sua decisão.

4. Equívocos sobre títulos

Elizabeth é muitas vezes chamada de rainha da Inglaterra, mas isso não é totalmente correto. Primeiro, ela é a monarca do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, e a Inglaterra é apenas uma parte de todo o país.

Em segundo lugar, um monarca britânico também reina em alguns outros países: Austrália, Antígua e Barbuda, Bahamas, Barbados, Belize, Canadá, Granada, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, São Vicente e Granadinas, São Cristóvão e Névis, Santa Lúcia, Ilhas Salomão, Tuvalu e Jamaica. Assim, Elizabeth II é a rainha de 16 países.

Há também muitos mal entendidos quando se trata de princesas. As pessoas começaram a chamar lady Diana de princesa depois do casamento. Mas ela não nasceu real, e é por isso que, de acordo com as regras, seu título deveria ser “Sua Alteza Real a Princesa Charles de Gales”.

A esposa de William, Kate Middleton, também não é uma princesa. Ela se casou com o duque de Cambridge, é por isso que seu título é a duquesa de Cambridge.

3. Como os príncipes passam seu tempo livre?

Nos últimos dois anos, William foi piloto da Ambulância Aérea da Ânglia Oriental (EAAA). Seus turnos duravam 9,5 horas (cerca de 20 horas por semana). E ele costumava doar seu salário para a instituição de caridade da EAAA. Em 27 de março de 2017, o Duque de Cambridge deixou seu cargo como piloto.

William começou sua carreira como piloto em 2008, quando ingressou na unidade de busca e resgate da força de guerra aérea do Reino Unido. Ele continuou a trabalhar lá até 2014. Agora, aos 35 anos, o Duque de Cambridge quer dedicar-se totalmente ao futuro da família real.

Quanto ao Príncipe Harry, ele também tem uma ótima carreira militar: ele se formou na Royal Military Academy Sandhurst e se juntou ao regimento de cavalaria.

O príncipe Harry esteve no Afeganistão duas vezes e serviu como piloto de helicóptero militar. Mais tarde, ele foi premiado com uma medalha por participar nesses combates.

Ele também participou de exercícios antiterroristas com o Exército Australiano. Quando, por razões de segurança, o príncipe foi retirado do exército, ele começou a organizar competições esportivas para soldados que se feriram durante as hostilidades.

2. Que países a Rainha visita com mais frequência?

Os representantes do palácio de Buckingham dizem que a rainha viaja para o exterior de acordo com as recomendações do governo britânico. Assim, ela costuma visitar os países onde deve estar presente devido ao atual estado das coisas.

Desde que subiu ao trono em 1952, a rainha Elizabeth II visitou mais de 120 países. O Canadá tem sido o país mais visitado (27 vezes). Ela também esteve na Austrália 18 vezes.

1. Fotos escandalosas de Elizabeth II dando uma saudação nazista

Em 2015, o The Sun publicou uma foto datada de 1933 retratando Elizabeth, sua irmãzinha de 7 anos, sua mãe e seu tio Edward supostamente fazendo uma saudação nazista.

A família real ficou muito desapontada que a imagem, aparentemente do arquivo familiar pessoal de sua majestade, tivesse sido obtida e explorada dessa maneira. Eles acham que o contexto histórico é a única coisa que importa: é uma foto mostrando a família brincando e esse gesto é apenas um gesto bastante comum no passado.

Qual fato é o mais interessante? Compartilhe sua opinião conosco!

Source :

BrightSide

Continuar lendo

Posts relacionados