Você Sabia?

9 coisas comuns que é proibido importar e exportar em países diferentes

Todo mundo gosta de viajar, mas, para não transformar sua viagem em um pesadelo sobre atravessar a fronteira, você deve ler as regras sobre o transporte de certas coisas. Cigarros eletrônicos, sacolas plásticas e camuflagem podem causar muitos problemas no controle alfandegário. Alguma ideia de que outras coisas podem atrasá-lo quando passar pela alfândega? Verificamos as informações em 9 países onde existem proibições ao importar e exportar, e no final do artigo há um bônus para você – fotos de coisas que foram confiscadas pelo Departamento de Segurança Interna nos EUA.

Desde 2008, relógios suíços falsos são confiscados e destruídos.

2. Tunísia: hena

Na Tunísia, você não pode importar e exportar hena de nenhuma maneira. Essa proibição provavelmente apareceu quando as drogas estavam sendo transportadas disfarçadas de hena.

3. Barbados: camuflagem

Em Barbados, é proibido usar camuflagem, a menos que você seja um funcionário militar oficial. Então, se você for um turista vestindo camuflagem, você terá que mudar de roupa.

É proibido importar e exportar molho de peixe do Vietnã. Você não pode tê-lo nem se você estiver fazendo um voo doméstico. Não há proibição oficial, mas se os oficiais da alfândega o encontrarem em sua bolsa, você terá que jogá-lo fora. Isso ocorre porque o molho tem um cheiro muito forte e, se derramar, é quase impossível se livrar dele. A maioria das empresas aéreas não está preparada para assumir esse risco.

5. Nigéria: comprimidos de paracetamol, suco de frutas, recibos vazios

Você não pode levar comprimidos de paracetamol, suco de frutas ou recibos vazios na Nigéria. Algumas outras proibições estranhas que eles têm incluem água com gás importada e redes de mosquiteiros.

Se você quiser exportar coco-do-mar das Seicheles, vai custar-lhe 150-250 € e você pode fazê-lo apenas sob estas condições: o coco-do-mar deve ser comprado de um vendedor oficial com um adesivo especial e passaporte. Seu peso não deve ser superior a 20 quilos, caso contrário você terá que ficar sem ele.

7. Tailândia: cigarros eletrônicos, estátuas de Buda, dorião e melancia

De acordo com as leis na Tailândia, o uso de cigarros eletrônicos ou vapes pode levar a uma multa de 300 mil baht ou uma sentença de prisão de até 10 anos. Você não pode exportar estátuas de Buda com mais de 13 centímetros. Além disso, o dorião não pode ser levado a bordo porque tem um cheiro intolerável. E uma melancia só pode ser transportada se tiver sido cortada, porque poderia explodir devido à pressão.

8. Holanda: bulbos

Na Holanda, você pode ter problemas para exportar mais de 5 quilos de bulbos de flores.

9. Nova Zelândia: bicicletas e algumas raças de cães

Você não pode levar bicicletas para a Nova Zelândia porque elas podem levar sementes de plantas de outro país que podem entrar no solo e crescer. E isso pode levar a uma mudança na flora única desse país. Além disso, existem regras rígidas sobre a importação de animais, seus espermatozoides e embriões. As seguintes raças de cães não podem ser levadas para a Nova Zelândia: pit bull terrier americano, o fila brasileiro, o Dogo Argentino, o Tosa Inu e o dogue canário. Além disso, você não pode exportar vinho neozelandês.

Bônus: Coisas incomuns que foram confiscadas pelo Departamento de Segurança Interna nos EUA

View this post on Instagram

An Erie International Airport (ERI) TSA Officer let the cat out of the bag this week. Literally. And the cat’s name is Slim. Slim’s owners packed her in their checked bag. While this could have been extremely dangerous for the 6-month old cat, Slim is just fine and is currently residing under the care of the Humane Society of Northwestern Pennsylvania. … No worries though if you’d like to travel with your pets. Here’s how! … Checkpoint Screening: … Check with your airline first to inquire about any fees and policies. … Your pet will need to be screened via checkpoint screening if it’s traveling with you in the cabin of the plane. … We do not X-ray pets. However, there have been many occasions where passengers have assumed their pet needed to go through the X-ray. You can imagine the surprise of the X-ray operator when they see Fluffy’s skeleton roll across their monitor. It is not an unusual occurrence. Your pet will need to come out of its carrier, so it is a good idea to know how your pet will react. Many a cat has gone into a feline frenzy after being removed from its carrier. An angry cat is never a good thing. … Even if your travel is “off the leash,” you should strongly consider keeping your pet on a leash. The checkpoint is a noisy environment that can cause your pet to flee at its first opportunity. This happens with humans occasionally as well. Your pet can be carried through the walk through metal detector or walked through on leash. If your pet triggers an alarm, one of our officers will have to take a closer look. Pets are not screened with the body scanners. … Checked Baggage: … If your pet is traveling in a kennel, your airline will arrange for a TSA Officer to screen the kennel. Officers will need to inspect your kennel/carrier for prohibited items with you present. Sometimes this can be done visually, but it’s good to have a leash handy in case the officer asks you to remove your pet from the carrier.

A post shared by TSA (@tsa) on

View this post on Instagram

#Repost of interview with @whalebonemagazine — Visit their Insta page to read the interview. ・・・ THE INTERVIEW: Each day at airports across the country, roughly 1.9 million people walk through a @tsa security checkpoint. That’s a whole lot of plastic water bottles thrown away. Bob Burns is not in charge of a TSA recycling center, but he does have one of the world's most interesting gigs for the Transportation Security Administration. As social media lead for the TSA, Bob combs through photos of grenades and knives confiscated at airport security stations, while running the Instagram account @tsa with the humor and style of a young Steve Martin. This evening we welcome you to an Instagram Interview between @whalebonemagazine and @tsa—a live Q&A taking place in the below comments about things such as: who the hell decided placing red pins on a map was a good idea, in-flight movies worth the price of admission, and how to properly pack an inflatable alligator raft. Shoes off. Going through @tsa Instagram Interview before we release the new Travel Issue.

A post shared by TSA (@tsa) on

Siga as regras alfandegárias do país que você está visitando para evitar qualquer problema. E tenha uma boa viagem!

Talvez você ou seus amigos tenham tido problemas com a alfândega ao importar e exportar? Conte-nos sobre na seção de comentários abaixo!

Source :

BrightSide

Continuar lendo

Posts relacionados